Alfabeto Cirílico

É conhecido como alfabeto cirílico um sistema alfabético de escrita utilizado atualmente para representar a língua russa, além de várias outras na Europa oriental e na Ásia central. É também conhecido como azbuka, derivada dos nomes antigos das suas duas primeiras letras. Seu nome é uma referência a dois santos, Cirilo e Metódio, diáconos em Constantinopla, capital à época do Império Bizantino, mas, na verdade, acredita-se que seu criador seja São Clemente de Ohrid, que em algum momento durante o século X o desenvolveu a partir do alfabeto grego, acrescido de ligaduras e consoantes do alfabeto glagolítico e do búlgaro antigo para representar sons que não haviam na Antiga Grécia. Este novo sistema foi desenvolvido para registrar o antigo eslavo eclesiástico, a primeira língua eslava literária (Cirilo e Metódio foram na verdade o estruturador do alfabeto). Além do alfabeto grego foram acrescentados alguns símbolos inspirados na escrita hebraica para representar fonemas característicos das línguas eslavas.


Ele não apenas foi sempre o alfabeto búlgaro, como foi inventado na Bulgária. O afastamento de Roma das missões eslavas colaborou para sua gradativa assimilação pela Igreja cristã oriental.

Existem inúmeras chaves de transliteração do cirílico para o latino, mas nenhuma é reconhecida oficialmente como norma. O alfabeto alcançou sua forma atual em 1708 durante o reinado de Pedro I da Rússia (Pedro, O Grande). 

Entre 1917 e 1918, o alfabeto passou por uma reforma, onde foram eliminadas quatro letras: Ѳ ("fita", soava como Ф), Ѣ ("yat", soava como e), i e ѵ ("i" e "ijitsa", soavam como и).

O alfabeto cirílico passou a ser o terceiro alfabeto da União Europeia, ao lado do latino e do grego com a admissão da Bulgária em 2007. Além disso, ele é utilizado na escrita de cerca de 50 línguas na BielorrússiaBósnia e Herzegovina, Bulgária, Cazaquistão, Macedônia, Mongólia, MontenegroQuirguistão, RússiaSérvia, Tajiquistão Ucrânia.

A expansão do alfabeto cirílico está associada principalmente às atividades de uma escola búlgara. Na Bulgária, o rei Bóris (São Bóris) em 860 se converteu ao cristianismo e o país se tornou o centro de propagação da literatura eslava, o que, por conseguinte, difundiu o alfabeto cirílico através do mundo eslavo. No século XIX, com a expansão do Império Russo e de seu sucessor, a União Soviética, o alfabeto cirílico irá se difundir pela Ásia Central, substituindo a escrita árabe, chegando até à Mongólia, que passou a usá-lo nos anos 20 em detrimento das escritas mongol e chinesa.

Assim como o alfabeto latino, o cirílico apresenta variações conforme o idioma que representa.

A tabela abaixo corresponde ao alfabeto usado na língua russa:

CirílicoSom equivalente em Português
MaiúsculaMinúscula
Ааa
Ббb
Ввv
Ггg como em gato
Ддd
Ееéê (ditongo)
Ёёô (ditongo)
Жжj
Ззz
Ииi
Ййi curto (semi-vogal) após vogais
Ккc como em cão
Ллl
Ммm
Ннn
Ооô
Ппp
Ррr como em cara
Ссs como em sal
Ттt
Ууu
Ффf
Ххrr fricativo velar, como em barra (pronúncia brasileira)
Ццts
Ччsemelhante a tch
Шшch
Щщch “brando”, como o "s" (e "ç", "ch" etc.) no nordeste de Portugal
Ъъsinal forte (serve para indicar a não-palatalização de consoantes)
Ыыe central, como em levar (na pronúncia de Portugal)
Ььsinal fraco (indica palatalização, como o h nos dígrafos portugueses nh ou lem lh)
Ээê fechado
Юю (ditongo)
Яя (ditongo)

Referências:

Alfabeto cirílico. Disponível em:<http://pt.conlang.wikia.com/wiki/Alfabeto_cir%C3%ADlico>. Acesso em: 24 mai. 2012.

Cyrillic alphabet (Кириллица) (em inglês). Disponível em: <http://www.omniglot.com/writing/cyrillic.htm>. Acesso em: 24 mai. 2012.

Alfabeto Cirílico e sua História. Disponível em: <http://www.joaoleitao.com/viagens/2008/04/07/aprender-russo-1-alfabeto-cirilico/>. Acesso em: 24 mai. 2012.

O Alfabeto cirílico. Disponível em: <http://tipografos.net/glossario/cirilico.html>. Acesso em: 24 mai. 2012.

Alfabeto Russo. Disponível em: <http://www.cursorusso.com.br/blog/lingua-russa/alfabeto-russo>. Acesso em: 24 mai. 2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário