Língua Portuguesa: O que é Período Simples e Composto

Língua Portuguesa: O que é Período Simples e Composto

Primeiramente comecemos com alguns conceitos: Frase é todo e qualquer enunciado que contenha em si um sentido, transmita uma mensagem. Se você quiser se aprofundar sobre esse assunto, tem um artigo que eu escrevo especificamente sobre isso aqui

Exemplo:

- Fogo!

- Silêncio!

O sentido é perfeitamente compreensível apesar de a frase ser composta por apenas uma palavra. É o mesmo caso do exemplo abaixo:

Conceito de Oração: Enunciado que contém uma ação, um verbo mais precisamente.

Exemplo:

- Corram depressa!

- João está à sua espera.

Conceito de Período Simples: Enunciado de sentido completo, que contém apenas uma ação verbal.

Exemplo:

- O prédio está pegando fogo!

Apesar dos dois verbos, a ação verbal é uma só, e por isso é período simples.

Conceito de Período Composto:
Enunciado de sentido completo, que contém mais de uma ação verbal, ou seja, mais de uma oração.

Exemplo:

- Corram depressa e saiam pela direita!

- Corram, pois o prédio está pegando fogo!

Período Simples

Quando uma declaração, um enunciado, é composta apenas por uma oração, por uma ação verbal, é chamada de ORAÇÃO ABSOLUTA ou PERÍODO SIMPLES.
Exemplo:

- Choveu muito esta manhã.

- Lucas adoeceu repentinamente

Período Composto

Quando uma declaração/ enunciado, contém duas ou mais orações, este enunciado é chamado de PERÍODO COMPOSTO.

Há dois tipos de período composto:

1. PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO

Como o nome já diz, um período composto por coordenação é formado por duas ou mais orações coordenadas, ou seja, que não possuem nenhum tipo de dependência uma das outras.

Exemplo:

- Corram depressa e saiam pela direita!

- Ele sabia a verdade mas ela negou tudo.

2. PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO

Este tipo de período é formado por uma oração principal que é complementada com uma ou mais orações subordinadas. Estas orações poderão exercer a função de sujeito, complemento nominal, adjunto adverbial, adjunto adnominal etc., dentro da estrutura da oração principal.

Exemplo:

- A polícia sabia que havia pessoas no prédio.

- Quando eu voltar, farei o jantar.

Há também casos em que um mesmo período é composto por COORDENAÇÃO E SUBORDINAÇÃO.

Neste caso, o período possui dois tipos de relação: subordinação e coordenação. No caso abaixo, há uma oração principal, que possui duas orações subordinadas a ela, e estas duas orações são coordenadas entre si.

Observe:

- É bom que ela venha amanhã e traga os livros.

Observe que a oração “que ela venha amanhã” não possui nenhum tipo de dependência com a oração“(que ela) traga os livros”. Contudo, ambas são subordinadas à oração principal, iniciada com “É bom que...”.


Fontes:




Nenhum comentário:

Postar um comentário