Língua Portuguesa: Objetos Constituídos por Pronome Oblíquo

Língua Portuguesa: Objetos Constituídos por Pronome Oblíquo

Os pronomes oblíquos assumem geralmente a função de complementos verbais (OD/OI).

O(s)= Objeto Direto
A(s)=OD
LO(s)=OD
LA(s)=OD
NO(s)=OD
NA(s)=OD

LHE(s)=objeto indireto

ME, TE, SE, NOS, VOS = podem ser tanto obj. direto como indireto. Para analisá-los corretamente, basta verificar se eles completam o sentido de um verbo transitivo direto ou um verbo transitivo indireto.

Ex.:

- O pai deixou-as em casa.

Deixar = Verbo transitivo direto
As = Objeto direto

- Espero-te na estação.

Esperar = VTD
Te = OD

- Pertencem-te todos aqueles presentes.

Pertencer = VTI
Te= OI

- Não me convidaram.

Convidar = VTD
Me = OD

- Isso me convém.

Convém = VTI
Me = OI

-O trovão abalou-o. (OD)

- Respondi-lhe tudo. (OI)

- Eles nos amam.

Amam = VTD
Nos = OD

- Eles nos obedecem.

Obedecer = VTI
Nos = OI

- Ninguém me encontrou. (OD)

- Ninguém me pagou. (OI)

- Chamaram-na para a reunião. (OD)

- Irei vê-los mais tarde. (OD)


Fontes:

SACCONI, Luiz Antônio
Gramática Essencial da Língua Portuguesa
São Paulo. Atual, 1989.

TERRA, Ernani
Curso Prático de Gramática
São Paulo. Scipione, 1991.

PASCHOALIN & SPADOTO
Gramática: Teoria e Exercícios.
São Paulo. FTD S/A, 1996.

Nenhum comentário:

Postar um comentário