Qual forma correta utilizar: Porque, porquê, por quê ou por que?

Qual forma correta utilizar: Porque, porquê, por quê ou por que?

Qual forma devo escrever, Porque, porquê, por quê ou por que, eis a questão!

É uma dúvida muito comum, a língua portuguesa tem muitos mistérios, regras e mudanças. Basta estudar um pouquinho que já percebemos o quão complicado é... por que tantos porquês? E será que eu escrevi corretamente? Isso que vamos tentar estudar hoje e explicar de forma simplificada. 

Primeiro que fique bem claro, todas as formas que foram ditas aqui no título estão corretas e existem na língua portuguesa. Porém a forma de se utilizar cada um desses termos são diferentes. Vamos detalhar cada um dessas palavras de forma a entender melhor.

Porque


A palavra porque é utilizada em respostas, pois é uma conjunção subordinativa causal ou explicativa que une duas ou mais orações. Por exemplos:

- Escrevi esse texto porque muitos não sabiam.

- Preciso ir ao mercado porque acabou o pão

- Comprei este produto porque era o mais barato.

Por que


O termo por que escrito de forma separado e sem acento, pode ser usado no inicio das frases de perguntas quando assume forma interrogativa, ou quando assume forma de pronome relativo pode ser usado no meio das frases. Exemplo de por que como pronome interrogativo.

- Por que você não foi trabalhar?

- Por que não me esperou?

Exemplo de por que como pronome relativo.

- As razões por que tive aquela atitude não lhe dizem respeito.

Por quê?


Por quê separado e com acento é utilizado apenas no final da frase ou oração, seguido de um sinal de pontuação. É a junção da preposição por com o pronome interrogativo tônico quê. É sinônimo de por qual motivo e por qual razão. Exemplos:

- Você já saiu da escola? Por quê?

- Ela está sempre mentindo e eu não sei por quê.

- Aquele funcionário faltou ao trabalho e nem disse por quê.

Porquê?


A palavra porquê junto e com acento é um substantivo masculino. Quase sempre vem acompanhado do artigo definido "o" o porquê. É sinônimo de motivo, razão, causa. Veja alguns exemplos:

- Gostaria de saber o porquê de sua mudança de opinião.

- Dê-me um porquê para eu não me ir embora agora.


Caso você tenha alguma dúvida não esqueça de deixar nos comentários. E também caso queira se aprofundar no assunto, o livro Nova Gramática do Português Contemporâneo é muito para você! 



Nenhum comentário:

Postar um comentário