Por que os relacionamentos não duram?

Existem grandes possibilidades de você já ter estado em uma situação em que, ao estar o relacionamento perto de terminar, um dos envolvidos tenta salvar o relacionamento com uma frase simples: "eu te amo".

Se sim, seja você a pessoa que ouviu ou a pessoa que falou, você pode possivelmente ter notado que não houve sucesso, ou se houve, os problemas que levaram ao termino do relacionamento não foram resolvidos, e ele continua caminhando perto do fim.

Pense nisso. É você quem diz para a pessoa que a ama quando ela quer o fim do relacionamento. Isso não argumenta que seja interessante para a outra pessoa permanecer com você.

Mesmo assim o argumento funciona, por conta de uma questão muito simples da nossa cultura. Nós achamos que o amor é uma força mística e incontrolável. Nós temos toneladas de músicas e filmes, que moldam muito do nosso raciocínio, que tratam o amor como um ser vivo com vontade própria.

Daí você vê frases que nem todos dizem, mas que nós usamos para nos justificar, como "O amor é cego", "no coração não se manda", ou " siga seu coração". Mas você sabe por que na maior parte dos relacionamentos o amor acaba? E ele sempre foi assim, não só por que as pessoas se divorciam mais hoje, mas por que as mulheres suportam menos situações desagradáveis.

Sabe por quê?

Por que o amor é uma escolha.

O amor é uma máquina, que precisa ser alimentada diariamente. O amor é uma escolha diária de se esforçar. O amor dá trabalho demais, precisa ser construído aos poucos, leva tempo. Ele não começa sozinho do nada, como a paixão.

A paixão é um instinto, é uma necessidade forte, mas passageira, tem duração média especifica e chega ao fim. Nesse ponto ela pide se transformar em amor, ou sumir. A diferença é que, quando você decide que aquela pessoa vale a pena seu esforço, foca trata de fazer o que pode para sobreviver o relacionamento.

O problema do relacionamento moderno é que ele é dado por garantido, mesmo antes do casamento. O próprio casamento sobrevive muito mais do que é saudável, as vezes, por que é muito burocrático ter que terminar, por isso queno casamento sem papéis tem sido uma boa alternativa para relacionamentos novos.

O casal é obrigado a criar um bom convívio, ou o casamento pode deixar de existir sem muitas complicações. Então, aqui vai a minha dica para você, que quer manter o seu relacionamento funcionando:

as pessoas mudam, e pode ser para a melhor ou para a pior. Por isso o amor é uma decisão diária, de se esforçar pela pessoa. Se você quer salvar seu relacionamento, ou se quer começar bem, trate de pensar em formas de criar um ambiente legal, e de ter atitudes que não se importem de sacrificar seus interesses de vez em quando.

Um casal não são duas pessoas separadas, as atitudes de um interferem na vide do outro, não podem ser mais tomadas com completa autonomia, como quando você era solteiro(a)

Se você não acha que aquela pessoa é digna de se esforçar até sua zona de conforto deixar de existir, para sempre, então ela não vale a pena o relacionamento.

E se você é daqueles que não acha válido se esforçar assim por ninguém, saiba que isso não faz de você uma pessoa moralmente ruim, mas o relacionamento não é a sua praia, e você precisa considerar permanecer solteiro enquanto isso não mudar, seja o tempo que for.


Comentários