Língua Portuguesa: O que são Verbos Abundantes

Os VERBOS ABUNDANTES são um dos tipos de verbos irregulares existentes na língua portuguesa. Como o próprio nome já diz, os verbos irregulares são aqueles que se diferenciam dos demais verbos pois não seguem regularmente as conjugações a que pertencem. Ou se diferenciam nas terminações, como é o caso dos verbos anômalos, ou não apresentam alguma forma verbal como é o caso dos verbos defectivos, ou podem ser, ainda, VERBOS ABUNDANTES, ou seja, apresentam mais de uma palavra correspondente à mesma forma verbal.

VERBOS ABUNDANTES são aqueles verbos irregulares que apresentam mais de uma forma de conjugação, ou seja, apresentam duas ou mais formas equivalentes para o mesmo tempo e pessoa.

A incidência de verbos abundantes se dá especialmente na forma do particípio do verbo, pois temos dois tipos de particípio, um com a forma regular, ou seja, com as terminações ADO, IDO, ADA e IDA, e um com a forma irregular, ou seja, com terminações diferentes destas previstas.

Vejamos alguns exemplos de verbos que possuem duas formas no particípio, ou seja, VERBOS ABUNDANTES:


ENCHER - enchido, cheio

FIXAR - fixado, fixo

CORRIGIR - corrigido, correto

ACENDER - acendido, aceso

ACEITAR - aceitado, aceito

ELEGER - elegido, eleito

ENTREGAR - entregado, entregue

EXTINGUIR - extinguido, extinto

FRITAR - fritado, frito

EXPELIR - expelido, expulso

LIMPAR - limpado, limpo

MATAR - matado, morto



Fontes:

Comentários