Adjunto Adverbial

Segundo Cunha e Cintra (2008, p.165), o adjunto adverbial é, como o nome indica, o termo de valor adverbial que denota alguma circunstância do fato expresso pelo verbo, ou intensifica o sentido deste, de um adjetivo, ou de um advérbio. Vale ressaltar que o emprego do adjunto adverbial tem valor acessório, isto é, não é indispensável para a compreensão do enunciado. Para estudá-lo, recomenda-se a leitura deste trecho do romance Esaú e Jacó, escrito por Machado de Assis.
Com efeito, as duas senhoras buscavam disfarçadamente o número da casa da cabocla, até que deram com ele. A casa era como as outras, trepada no morro. Subia-se por uma escadinha, estreita, sombria, adequada à aventura. Quiseram entrar depressa, mas esbarraram com dois sujeitos que vinham saindo, e coseram-se ao portal. Um deles perguntou-lhe familiarmente se iam consultar a advinha. (p.14).

A primeira ação é expressa pelo verbo buscavam. Observe que o termo disfarçadamente acompanha esse verbo, indicando o modo com o qual as duas senhoras buscavam o número da casa da cabocla. A esse termo, dá-se o nome de “adjunto adverbial”, que pode ser representado por:

Advérbio: como no exemplo anterior e também em
[...] perguntou-lhe familiarmente [...].
Nesse caso, revela-se o modo com que o sujeito perguntou às senhoras.
Locução adverbial

(Entende-se por locução a junção de duas ou mais palavras que constituem um significado único):
[...] casa da cabocla [...]
Trata-se de uma locução indicadora do lugar para onde as personagens intencionam ir.

Oração adverbial: Subia-se por uma escadinha, estreita, sombria, adequada à aventura.
A referida oração adverbial designa o lugar por onde se passava para chegar à casa da advinha.

Em sequência, serão apresentados outros tipos de Adjuntos Adverbiais:

a) Adjunto adverbial de dúvida:

Talvez o nosso filho chegue hoje de viagem.
Provavelmente, os problemas serão solucionados este ano.

b) Adjunto adverbial de intensidade:

Ela está bastante ansiosa para o seu casamento.
(Nesse caso, o adjunto sublinhado intensifica o sentido do adjetivo “ansiosa”.)
Os arquivos foram muito bem organizados.
(Já nesse exemplo, o adjunto destacado intensifica o sentido do advérbio “bem”.)

c) Adjunto adverbial de instrumento:

Aquela professora prefere corrigir as provas com caneta de tinta preta.
Ele construiu a tenda com bambus.

d) Adjunto adverbial de meio:

Fomos de ônibus para acompanharmos o “Fórum das Letras”, em Ouro Preto.
Aos domingos, ele sempre percorre a estrada de bicicleta.

e) Adjunto adverbial de causa:

Não irei à faculdade hoje porque estou com forte dor na cabeça.
Eu me atrasei para o trabalho por causa do acidente que interditou a rodovia.

f) Adjunto adverbial de companhia:

Fui ao supermercado com os meus pais.
Eu frequentarei a academia com o meu amigo.

g) Adjunto adverbial de finalidade:

No fim de semana, ele foi à cidade de Congonhas para rever os amigos de infância.
Matheus foi à casa de Luís para contar-lhe o que aconteceu.

h) Adjunto adverbial de negação ou de afirmação:

De modo algum, ele será demitido do escritório de Contabilidade.
Realmente, os documentos não se encontram aqui.

i) Adjunto adverbial de tempo:

Aquele jovem trabalhou na oficina durante três anos.
Às dezenove horas, haverá a festa junina na quadra da escola.

Para concluir: Em geral, utiliza-se o adjunto adverbial para indicar, conforme necessidade do ato comunicativo, as circunstâncias em que ocorreu o fato verbal. Vale ressaltar que ele também é empregado com o intuito de intensificar o sentido de um verbo, adjetivo ou advérbio.

Referências:

ASSIS, Machado de. Esaú e Jacó. In: Coleção Grandes Mestres da Literatura Brasileira, n.19. São Paulo: Escala, p. 14.

CUNHA, Celso; CINTRA, Luís F. Lindley. Adjunto Adverbial. In: ___ Nova gramática do português contemporâneo. 5.ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2008, p. 165-169.

Nenhum comentário:

Postar um comentário