Qual a forma correta, Cedo ou Sedo?

Qual a forma correta, Cedo ou Sedo?

Como se escreve Cedo ou Sedo?

É mais uma daquelas palavras que existem na língua portuguesa e estão corretas, porém possuem significados diferentes. Sobre isso que vamos tentar explicar nesse artigo. Não deixa de comentar e compartilhar este post com seus amigos!

Cedo


O advérbio cedo deve ser usado sempre que quisermos se referir a alguma coisa que se realiza com antecedência, prematuramente, antes do tempo certo, da ocasião própria. Refere-se também às primeiras horas do dia, ao alvorecer. Significa ainda algo que se realizará dentro de pouco tempo, em breve, logo, prontamente, depressa, rapidamente. Pode ser uma forma conjugada do verbo ceder também.

Exemplos com cedo (advérbio)

- Volte para a cama, ainda é muito cedo.

- Como eu cheguei cedo à reunião, vou aproveitar para tomar um café.

- Cheguei cedo, pois estava sem trânsito.

Quando utilizar a forma verbal cedo?

Cedo pode ser ainda a forma conjugada do verbo ceder na 1.ª pessoa do singular do presente do indicativo: eu cedo (pronunciado com a vogal e fechada - ê). Ceder se refere ao ato de abrir mão de alguma coisa em prol de algo. Refere-se também a alguma coisa que perdeu sua força, que afrouxou.

Conjugação verbo Ceder no Presente do Indicativo:

- Eu cedo
- Tu cedes
- Ele cede
- Nós cedemos
- Vós cedeis
- Eles cedem

Sedo


É a forma conjugada do verbo sedar na 1.ª pessoa do singular do presente do indicativo: eu sedo (pronunciado com a vogal e aberta - é). Se refere ao ato de acalmar, moderar, tranquilizar, ministrando um sedativo. Pode ainda ser formado pelo substantivo seda mais o sufixo verbal -ar, sendo sinônimo de assedar, se referindo ao ato de tornar macio como a seda, bem como ao ato de passar o linho pelo sedeiro, limpando-o.

Conjugação do verbo sedar no Presente do Indicativo:

- Eu sedo
- Tu sedas
- Ele seda
- Nós sedamos
- Vós sedais
- Eles sedam

Exemplos com sedo (forma verbal)

- Eu sedo todos os pacientes que necessitam ser tranquilizados.

- Deixa comigo, eu sedo o linho no sedeiro ainda hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário