História: Sobre as revoluções (Visão geral)

História: Sobre as revoluções (Visão geral)

Quando se fala de revolução, a primeira coisa que vem a sua cabeça é um montão de pessoinhas tomando as ruas contra o governo, atirando para cima. As mais famosas que vimos foram algumas das mais violentas, como a Revolução Russa, Francesa ou a Cubana.

Mas a revolução não é apenas uma revolta em maior escala, é um evento, ação ou tendência que muda o formato de vida de uma população. As revoluções Russa e Francesa no caso removeram as monarquias locais e colocaram novas formas de governo completamente novas.

As revoluções são repentinas, se relacionarmos ao tempo normal de desenvolvimento de um povo. Por exemplo, a Revolução Neolítica, da qual falaremos na nossa proxima conversa com mais detalhes, levou milhares de anos para se completar, e mesmo assim, infinitamente mais rápida do que qualquer mudança que ocorrera até ali.

Nem todas as revoluções são violentas, também. A Revolução Industrial, por exemplo, partiu de cima para baixo, foi uma revolução que os governantes implementaram sobre os trabalhadores, e os obrigou a sair do campo e viver em centros urbanos.

É claro que houve muitas mortes, por conta das condições ruins de vida, e a resistência da população, mas a Revolução se deu por medidas políticas e técnicas de produção, e não por conflito armado.

Se quer um exemplo ainda menos violento, tem a Revolução Gloriosa, também inglesa, chamada assim "por não derramar uma gota de sangue".

Agora eu não sei se vocês estão percebendo, mas as mudanças pelas quais a nossa forma de vivier está passando estão ocorrendo cada vez mais rapidamente. As teconlogias evoluem tão rápido que lógicas comerciais, militares e políticas inteiras estão se transformando em passos cada vez mais rápidos.

Tudo hoje é muito imediato, todas as tendências cruzam o mundo em segundos, e a corrida para estar a frente no desenvolvimento é tão feroz, que nunca sabemos ao certo o que é de fato a realidade contemporânea.

O passado nunca esteve tão perto do presente como hoje. Mesmo crianças podem ver as coisas se tornando ultrapassadas, não temos mais nada em comum com as culturas e habitos de nossos pais.

Essa Revolução Tecnológica é talvez a mais rápida e brusca na história. E o problema das revoluções é que nem sempre as pessoas estão preparadas para a nova realidade. Tem dificuldade em se adaptar e de se identificar, geralmente tentam com dificuldade voltar aos hábitos antigos que o novo tempo engole aos poucos.

Se fôssemos mais atentos aos erros da história até aqui, talvez fôssemos mais precisos em  decidir para onde nossas revoluções deveriam mudar, em vez de correr sem ver a estrada a frente.

Tags :

Nenhum comentário:

Postar um comentário