Língua Portuguesa: Adjetivo Restritivo e Explicativo

Língua Portuguesa: Adjetivo Restritivo e Explicativo

Os adjetivos podem ser classificados de duas maneiras: ADJETIVOS RESTRITIVOS ou ADJETIVOS EXPLICATIVOS.

ADJETIVO RESTRITIVO:
particulariza o significado do substantivo a que se refere, uma qualidade que não é própria do ser: fruta madura, homem baixo, céu alaranjado etc.

ADJETIVO EXPLICATIVO: exprime características inerentes ao substantivo a que se refere, uma qualidade própria do ser: fogo quente, neve fria, céu azul etc.

Além de serem classificados como explicativos ou restritivos, os adjetivos também podem ser classificados como: SIMPLES; COMPOSTOS; PRIMITIVOS ou DERIVADOS.

ADJETIVOS SIMPLES: formado por um só radical.

ADJETIVOS COMPOSTOS: formados por mais de um radical.

ADJETIVOS PRIMITIVOS: formado apenas pelo radical, não possui afixos, nem se origina em outro adjetivo.

ADJETIVOS DERIVADOS: adjetivos formados por derivação, ou seja, provêm de um adjetivo primitivo ao qual são acrescentados afixos.

Posição do Adjetivo:


O adjetivo pode aparecer antes ou depois da palavra a qual faz referência (geralmente o substantivo), mas em alguns casos, dependendo de sua anteposição ou posposição ao substantivo, o adjetivo pode mudar de significado:

Aquela era uma pobre criança. / Aquela era uma criança pobre. 

Esta é uma simples frase. / Esta é uma frase simples.

O adjetivo pode aparecer, também, em forma de ORAÇÃO. Nesse caso, ele irá ganhar uma nova denominação: ORAÇÃO SUBORDINADA ADJETIVA.

Este tipo de oração pode ser classificada de duas maneiras, segundo os mesmos critérios do adjetivo: RESTRITIVAS ou EXPLICATIVAS.

As O. S. Adjetivas Restritivas são aquelas que dão ao referente uma característica que o difere dos demais de seu grupo, particularizando-o. Elas não são separadas por vírgula.

-Os homens que não procuram o diálogo possuem muitos conflitos em casa.

Já as O. S. Adjetivas Explicativas são as que trazem uma característica própria daquele indivíduo, inerente, justificando-o. Estas, por sua vez, aparecem entre vírgulas.
-As mulheres, que são sensíveis, sofrem pela falta de diálogo.

As vírgulas nas Orações Adjetivas:

Observe as seguintes frases:

As mulheres que são mães têm trabalho dobrado. (apenas aquelas que são mães têm trabalho dobrado) 

As mulheres, que são mães, têm trabalho dobrado. (as mulheres são mães e por isso têm trabalho dobrado)
Os homens que não trabalham são muito criticados. (aqueles que não trabalham são criticados)
Os homens, que não trabalham, são muito criticados. (já que os homens não trabalham, eles são criticados)

Como podemos ver, devemos tomar um cuidado especial com o uso da vírgula nestas orações, pois dependendo da presença ou da ausência da vírgula, obteremos um sentido diferente para as frases.

Se tiverem alguma dúvida não deixem de responder!


Nenhum comentário:

Postar um comentário