'Ler faz diferença', diz aluna de BH dona de redação nota 1.000 no Enem

'Ler faz diferença', diz aluna de BH dona de redação nota 1.000 no Enem

Não é mistério para ninguém que ler faz a diferença, mas quando é alguém que fez diferença no Enem as pessoas passam a prestar atenção. Emmanulle Gomes de Faria, de 19 anos, foi uma das estudantes que conseguiram alcançar esse objetivo de tirar nota 1.000 no Enem.

"Tudo o que eu aprendi sobre redação foi ao longo do ano, fazendo cursinho desde fevereiro. Eu fiz muitas redações, inclusive de temas ligados à cultura e à democratização da cultura. Não foi esse tema em específico, mas deu pra ter uma base", disse.

Segundo Emmannuelle, que se preparou no Pré-Vestibular Bernoulli, um dos mais conceituados de Belo Horizonte, essa foi a sua primeira nota máxima em redação. "Eu nunca tinha ganhado destaque nas escolas em que frequentei. O interessante é que eu nunca chegava a 1.000. Tirava 970, 980...", relatou.

"Quero cuidar de pessoas"

O sonho da estudante é fazer o curso de Medicina, um dos mais concorridos do país. E se ela passar na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) será melhor ainda. "Eu quero fazer Medicina porque eu gostaria muito de cuidar de pessoas. Mas o que eu mais quero é estudar na UFMG. Eu vou tentar em outras federais também, ver o Sisu. Porque parece que a nota de corte será bem alta", comentou. A jovem tirou 760 no Enem.



Tags :

Nenhum comentário:

Postar um comentário