A importância de um nome

No programa de hoje vamos conhecer um pouco como era o a cultura dos nomes do antigo oriente médio? Como, nos tempos bíblicos, os pais escolhiam o nome de uma criança? Havia sobrenomes? Apelidos? Se ao invés de um programa de TV. estivéssemos falando pessoalmente um com o outro e eu perguntasse o seu nome, você certamente me diria: bem eu me chamo Paulo ou José e essa seria uma resposta muito simples. Mas quando passeamos pela antiga cultura oriental que produziu a Bíblia sagrada percebemos que dizer um nome significa muito mais do que apenas responder a uma pergunta informativa e você entenderá melhor isso até ao final de nosso programa. Mas, partindo daquilo que já conhecemos em nossa cultura, percebemos que mesmo nós que vivemos no mundo ocidental do século 21 entendemos a importância de se ter um nome limpo. Não é difícil encontrar por aí pessoas que se especializaram resolver o problema de alguém que por alguma razão tem o que se chama de "um nome sujo na praça".

Nenhum comentário:

Postar um comentário